Home Belezas Naturais As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso

As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso. Lagoa das Araras

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso. Aquario Encantado. Foto Nobres Turismo

As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso.  Foto Nobres Turismo

As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso

Nobres é uma cidade situada no Mato Grosso com muitos encantos e belezas naturais que fazem com que muitos visitantes escolham a região como destino de férias. Trata-se de uma cidade com muitas grutas, cavernas, poços, vegetação de cerrado e história para contar. Para se ter uma ideia são 30 cavernas, lagos com águas cristalinas ideais para mergulhos, bem como outras práticas esportivas para aqueles que nutrem um espírito mais aventureiro.

Um dos locais mais primitivos e talvez mais belos de Nobres seja a Lagoa Azul, mas também existe a Lagoa Pai João e Poço Dois de Maio. Ali nas redondezas também encontra-se a tribo indígena Bakairi que vive com toda rusticidade preservando sua tradição e o respeito pela natureza. Outro ponto considerado turístico na região é a Reserva Yaporã que fica a 12 km da cidade e é voltada para receber turistas o ano todo com chalés e quiosques estruturados. Existe também um espaço para quem prefere acampar às margens do rio Cuiabá, com água cristalina próxima à nascente.

Os mergulhadores de plantão não podem deixar de conhecer a Caverna do Currupira que fica situada na nascente de mesmo nome. Trata-se de um lugar paradisíaco, intocado e de uma beleza ímpar. O distrito Bom Jardim, localizado dentro da cidade de Nobres se destaca por abrigar os rios Salobra e Triste que formam verdadeiros aquários naturais devido à transparência de suas águas. Lá podem ser observados peixes variados como piraputangas, piaus, pacus, dourados e arraias.

As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso. Serra Azul, Foto Nobres Turismo

As belezas naturais de Nobres no Mato Grosso. Foto Nobres Turismo

Também pode ser integrado no roteiro desse distrito o Duto de Quebó, que inclui a passagem por uma caverna coberta por estalactites – formações rochosas sedimentares localizadas no teto que crescem em direção ao chão – que lembram cristais. Os radicais podem optar por realizar tirolesa nas cachoeiras e os mais comedidos podem apreciar o belo entardecer da Serra Azul.

gostou

* indicates required

anuncio


0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×